Primeira arena com projeto e serviços de alimentação da Estillo Arquitetura em padrões internacionais FIFA.

Gringos prometem sanduíche de pernil e preços ‘competitivos’ no Allianz Parque.

Na última quinta-feira, o Palmeiras apresentou o grupo estrangeiro Gourmet Sports Hospitality como responsável pelos serviços de alimentação do Allianz Parque, seu novo estádio. Os gringos irão fornecer produtos gourmet, que vão de ossobuco com polenta cremosa até tataki de atum, assim como petiscos de estádio, como pizza, cachorro quente e pipoca.

Para se adaptar bem ao público alviverde, inclusive, o Gourmet Sports vai até preparar, pela primeira vez na história da empresa, o famoso sanduíche de pernil, um dos lanches favoritos dos frequentadores de estádios em São Paulo.

“Vai ter sanduíche de pernil, sim. A coisa mais importante para o torcedor quando ele vem para o estádio é ele se sentir em casa. Tem que ter o produto próximo dele, que ele se acostumou a sempre comer e que conhece bem”, disse Mark Zammit, CEO do Gourmet Sports.

O grupo estrangeiro, aliás, já teve uma experiência de sucesso do tipo no Brasil. Quando assumiram o setor de alimentação do Mineirão, antes da Copa das Confederações de 2013, a empresa tratou de aprender a preparar o famoso “tropeirão” para vender no estádio.

“Em Minas, o ‘tropeirão’ é parte da cultura, do DNA do estádio. Você vai ao campo para ver o jogo e também para comer o tropeiro. Aqui (no Allianz Parque) provavelmente a pizza e a massa devem fazer esse papel”, palpitou Zammit.

Preços ‘padrão Fifa’?
Na Copa das Confederações, os preços “padrão Fifa” dos alimentos nos estádios assustaram os torcedores, que não digeriram bem o cachorro quente a R$ 8,00 e a cerveja a R$ 12,00. Segundo o Gourmet Sports, no entanto, o palmeirense pode esperar valores mais baixos (mas nem tanto) no Allianz Parque.

“Ainda estamos definindo os preços, pois acabamos de fechar o contarto. Temos que valiar o mercado. Lógico que queremos oferecer preços competitivos e justos para o padrão de serviços que oferecemos. Os preços devem ser um pouco semelhantes com o da Copa das Confederações, um pouco mais barato, talvez”, salientou o CEO.

O Allianz Parque terá uma cozinha central com 1,5 mil metros quadrados e 10 cozinhas de apoio, além de três lounges e 46 lanchonetes e quiosques para comercializar os alimentos tanto em dias de jogo quanto de eventos, como shows. Num dia de casa cheia, 500 pessoas trabalharão no setor de comidas do estádio alviverde, que promete não ter filas.

A arena palmeirense tem previsão de inauguração para junho deste ano. O campo terá capacidade para 45 mil torcedores, e comportará 55 mil pessoas em shows.

estilloarquitetura_-_padrao_fifa

Fontehttp://espn.uol.com.br/noticia/396052_gringos-prometem-sanduiche-de-pernil-e-precos-competitivos-no-allianz-parque